“Não Se Corrigem Abusos Com Abusos

24 Apr 2019 13:44
Tags

Back to list of posts

<h1>Curso De Produ&ccedil;&atilde;o De Conte&uacute;do Para Redes Sociais Em V&iacute;deo Aula</h1>

<p>Presidente do Tribunal Superior Eleitoral argumentou que quantidade est&aacute; prevista no C&oacute;digo Eleitoral, todavia que isso dependeria de um procedimento com provas. O Quatro Softwares Pra Gerenciamento De Projetos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux, declarou nesta quinta-feira (21) que a Justi&ccedil;a Eleitoral ser&aacute; capaz de provavelmente anular o repercuss&atilde;o de uma elei&ccedil;&atilde;o se este repercuss&atilde;o for decorr&ecirc;ncia da difus&atilde;o massiva de “fake news”, as not&iacute;cias falsas. Bem como participaram do evento a procuradora-geral da Rep&uacute;blica, Raquel Dodge, o ministro das Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia.</p>

<p>Pro ministro Luiz Fux, se provado que a difus&atilde;o de tema incerto influenciou o efeito, a Justi&ccedil;a Eleitoral conseguir&aacute; revogar a vota&ccedil;&atilde;o com apoio em regras do pr&oacute;prio C&oacute;digo Eleitoral, lei que obedi&ecirc;ncia os direitos pol&iacute;ticos no pa&iacute;s. “O post 222 do C&oacute;digo Eleitoral prev&ecirc; que se o resultado de uma elei&ccedil;&atilde;o cada for fruto de uma ‘fake news’ difundida de modo massiva e influente no resultado, o postagem 222 prev&ecirc; inclusive a anula&ccedil;&atilde;o. &Eacute; claro que isto demanda um acervo probat&oacute;rio, uma cogni&ccedil;&atilde;o, entendimento Jos&eacute; Serra: Sessenta Mais Poderosos Do Brasil praticado. Entretanto a lei prev&ecirc; esse tipo de san&ccedil;&atilde;o”, considerou Tudo O Que devia Pra Persuadir Seu Chefe Sobre isso Blogging .</p>

<p>O artigo 237, por sua vez, diz que ser&atilde;o coibidos e punidos “a interfer&ecirc;ncia do poder econ&ocirc;mico e o desvio ou abuso do poder de autoridade, em desfavor da independ&ecirc;ncia do voto”. “Temos uma guarda penal en&eacute;rgica que podes cancelar candidatura que recebeu &ecirc;xito com apoio em ‘fake news’. Tem uma regra geral no postagem 323 do C&oacute;digo Eleitoral.</p>

<p>O post 323 do C&oacute;digo Eleitoral considera crime eleitoral o feito de uma pessoa “divulgar, na propaganda, detalhes que domina inver&iacute;dicos, em rela&ccedil;&atilde;o a partidos ou candidatos e capazes de exercerem interfer&ecirc;ncia diante o eleitorado”. A pena &eacute; de deten&ccedil;&atilde;o de at&eacute; um ano, e tamb&eacute;m multa. Questionado sobre como a Justi&ccedil;a Eleitoral poderia revogar uma elei&ccedil;&atilde;o com base nessas regras, Fux esclareceu em entrevista que tal quantidade deve ser decidida ao desfecho de um processo, com provas e hip&oacute;tese de as partes envolvidas se manifestarem.</p>

<p>“Quem entender que a elei&ccedil;&atilde;o deva ser anulada com apoio deste aparelho, vai motivar a Justi&ccedil;a, vai ter sua fase probat&oacute;ria, vai ter interven&ccedil;&atilde;o do Minist&eacute;rio P&uacute;blico”, argumentou. Durante a palestra, Fux assim como citou que a Justi&ccedil;a Eleitoral n&atilde;o vai agir com “des&acirc;nimo” no combate &agrave;s “fake news”. Fux refor&ccedil;ou que no combate &agrave;s “fake news”, a Justi&ccedil;a Eleitoral ter&aacute; sempre a tristeza de proteger a independ&ecirc;ncia de avalia&ccedil;&atilde;o e express&atilde;o.</p>

<p>“O ponto que distingue uma coisa da outra &eacute; a m&aacute;-f&eacute;, &eacute; a propaganda enganosa sabidamente inver&iacute;dica, que circunst&acirc;ncia dano irrepar&aacute;vel &agrave; candidatura alheia”, explicou. A procuradora-geral da Rep&uacute;blica, Raquel Dodge, comentou que o ant&iacute;doto pra not&iacute;cias falsas &eacute; o “bom funcionamento da imprensa livre”, com jornalismo profissional. Para esta finalidade, prop&ocirc;s aumento da transpar&ecirc;ncia para realiza&ccedil;&atilde;o de not&iacute;cias, educa&ccedil;&atilde;o digital das pessoas para evitar dissemina&ccedil;&atilde;o de assunto err&ocirc;neo, diversidade pela fato e ferramentas para detectar falsidades. “N&atilde;o se corrigem abusos com abusos.</p>

<p>Todavia liberdades s&atilde;o defendidas pelo seu exerc&iacute;cio cidad&atilde;o. Democracia se garante com mais e melhor democracia”, declarou a procuradora-geral. “Cumpre impedir rea&ccedil;&otilde;es que aviltem a liberdade de frase, a qual protege n&atilde;o apenas o direito individual daqueles que se manifestam, contudo assim como o correto coletivo de acesso &agrave; dica. Logo, cerce&aacute;-la constituiria o modelo caracter&iacute;stico de suposto ant&iacute;doto que causa preju&iacute;zo maior do que a doen&ccedil;a”, ponderou.</p>

<ol>

<li>&Eacute; contra…</li>

<li>Ferramentas de procura para discernimento do p&uacute;blico</li>

<li>A Copa mais social zoom_out_map</li>

<li>Emilene citou: 26/07/12 &aacute;s 11:Cinquenta e oito</li>

<li>Defina um resumo (meta-descri&ccedil;&atilde;o) de at&eacute; 150 caracteres</li>

<li>Planeje as posts</li>

</ol>

<p>Rede social. N&atilde;o &eacute; toda Ferramentas Relacionadas Pra Verifica&ccedil;&atilde;o E An&aacute;lise Da Concorr&ecirc;ncia , mas quem sabe eles estejam em todas as m&iacute;dias sociais. Essas companhias divulgam uma vasto quantidade dos seus esfor&ccedil;os em conte&uacute;dos pela rede social. V&iacute;deos. V&iacute;deos n&atilde;o s&atilde;o t&atilde;o f&aacute;ceis de arredar, e talvez requeira pouco mais de investimento de tempo e recursos, por&eacute;m quando eles s&atilde;o realmente bons, s&atilde;o arrebatadores.</p>

<p>Eu trabalhei com clientes cujo o &uacute;nico esquema de forma&ccedil;&atilde;o de assunto era video. Seus canais no YouTube levantaram receita, atra&iacute;ram clientes e venderam servi&ccedil;os e produtos. Audio. O jeito de podcasts podes ja ter atingido seu pico, por&eacute;m essa maneira de assunto anda est&aacute; viva e bem. O BiggerPockets, um site de direcionamento de tema, atende profissionais do ramo imobili&aacute;rio, do tipo que passa a maior quantidade do tempo dirigindo seus carros perto de propriedades.</p>

Social-Media-Policies-For-Churches-Social-Church.jpg

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License